Cláudia Horta

Como Criar um Produto Digital em 5 passos

Índice do Artigo

(Tempo de Leitura: 4 minutos)

No meu último artigo partilhei 6 formas de começar a ganhar dinheiro na Internet em 2021!

A primeira delas é CRIAR e VENDER um produto digital!

Vantagens de criar um produto digital

Um produto digital é um bom ponto de partida para começares a explorar o mundo online.

Se já empreendes e tens clientes, pode ser uma nova forma de fazer chegar o teu trabalho às tuas clientes.

Se estás a dar os primeiros passos no Mundo dos Negócios, um produto digital é uma ideia excelente para te trazer as primeiras clientes!

Mas os produtos digitais não servem só para vender! São também uma forma excelente de gerar contactos. Esses contactos (ou leads) são pessoas potencialmente interessadas no teu Negócio. É muito bom ter uma boa lista de contactos, já que, provavelmente, a grande maioria das tuas futuras clientes virá dessa lista.

Como te sentirias se tivesses constantemente pessoas novas a entrar para a lista de contactos do teu Negócio? Pois é isso que um bom Produto Digital pode fazer por Ti!

 

O que vender e o que oferecer?

Como vês, podes criar um produto digital para vender ou para oferecer! E neste momento pode surgir uma dúvida – “qual a diferença entre um produto digital para vender ou para oferecer?”

Gostava de deixar claro que não há rigorosamente nenhuma diferença entre um produto digital para vender e um produto digital para oferecer. A não ser, claro, a tua decisão de fazer uma coisa ou outra.

Isto pode parecer óbvio demais, mas garanto-te que foram inúmeras as vezes que vi oferecer aquilo que era suposto ser vendido! Comigo acontecia isso quando comecei a dar aulas de Yoga e Meditação. Era o que eu queria fazer para viver, mas como não conseguia pedir dinheiro, muitas vezes acabava por oferecer as aulas…

O que eu tenho visto é que a nossa dificuldade de reconhecer o nosso valor por um lado. e os nossos bloqueios em relação ao dinheiro, por outro, nos impedem, por vezes, de pedir dinheiro!  Por isso e acabamos por oferecer o que era para ser vendido! Isto é crítico! Porque se tu não ganhares dinheiro a fazer aquilo que queres fazer, vais ter que encontrar outra coisa para fazer para ganhar dinheiro!

 

Escolhe o que vais vender e escolhe uma coisa diferente (de menor valor) para oferecer! Assim fica claro para ti a diferença entre uma coisa e outra. Se ficar claro para ti também vai ficar claro para o público.

Então, a propósito dos produtos digitais, deixo-te aqui esta dica dourada:

Não ofereças aquilo que queres vender!

 “Então ofereço o quê?”, podes estar a perguntar. Oferece coisas relacionadas com aquilo que queres vender.

Oferece um produto que ajude o público a compreender as vantagens de comprar aquilo que queres vender; a compreender o valor daquilo que vendes; a compreender o impacto que pode ter na vida deles, o teu produto ou serviço.

 

Deixa-me partilhar mais uma dica!

Quer seja para vender ou para oferecer, coloca a mesma energia naquilo que fazes e dá o teu melhor. Não tem que ser perfeito, mas precisa passar a tua paixão pelo que fazes. Não tem que ser sofisticado nem vistoso. O aspecto não é o mais importante. O mais importante é o conteúdo. Faz com brio mas não te percas em perfecionismos! Acima de tudo, o teu produto digital deve ser útil e simples de usar!

Antes funcional que fenomenal!

 

Como Criar um Produto Digital em 5 passos

 

Podes decompor o processo de criação do Produto Digital nestes 5 passos:

Passo1. Escolhe o tema do Teu Produto Digital

Escolhe o tema do teu produto digital. Lembra-te de que estás ao serviço. O que pode ser útil para o teu público, e ao mesmo tempo simples e agradável de consumir?

Passo2. Planeia o conteúdo

Organiza as tuas ideias por tópicos. Escreve um resumo ou um guião com as ideias-chave para não te perderes quando fores produzir o conteúdo!

Passo3. Produz o conteúdo

Escreve o teu texto, grava o teu áudio ou o teu vídeo. Segue a estrutura do guião, mas procura deixar espaço para seres Tu Própria!

Passo4. Verifica, revê e corrige.

Verifica o conteúdo com cuidado. Se possível encontra outra pessoa que também o faça. Presta especial atenção aos erros de gramática, ao som e à luz! Se necessário, repete o passo 3.

Passo5. Formata o teu Produto Digital

Grava e exporta o teu produto digital no formato mais adequado para distribuição. Os formatos seguintes são uma boa opção:

Texto – pdf

Áudio – mp3

Vídeo – mp4

 

Guia rápido para a criação de Produtos Digitais

Agora vou partilhar algumas dicas e ferramentas que podes utilizar para criar o teu Produto Digital. Vou falar dos três principais formatos – texto, vídeo e áudio.

TEXTO

Dicas para criar o conteúdo

  • Escreve no editor que estás habituada a usar (Word, GoogleDocs  ou outro)
  • Organiza o texto em parágrafos curtos para facilitar a leitura e a paginação final do pdf
  • Tem o cuidado de correr um corrector ortográfico e sintáctico
  • Ilustra com imagens, esquemas ou outros elementos visuais que tornem a experiência de leitura mais fácil e agradável
  • Pensar sempre na usabilidade e encontrar formas criativas de tornar a informação fácil de encontrar e de reter

 

Dicas para formatar o conteúdo

  • Utiliza o formato PDF

Áudio

Dicas para criar o conteúdo

  • Escreve o guião
  • Utiliza o microfone do computador de secretária, portátil ou telemóvel.

NOTA: Tem atenção aos ruídos! Se a gravação ficar com ruído de fundo, então

  • Compra um microfone de lapela

Dicas para formatar o conteúdo

  • Utiliza o formato mp3

Ferramentas para edição de áudio

  • Utiliza um editor de áudio (eu uso o WavePad Sound Editor)

Vídeo

Dicas para criar o conteúdo

  • Escreve o guião
  • Atenção à luz
  • Atenção ao som
  • Atenção ao enquadramento

Dicas para formatar o conteúdo

  • Utiliza o formato mp4

Ferramentas para edição de vídeo

  • Utiliza um editor de vídeo (eu uso o WavePad Sound Editor)

 

 Conclusão

 

Hoje em dia, toda a tecnologia necessária par a criação de um produto digital está acessível a qualquer uma de nós!

Se é verdade que um produto digital pode ser muito sofisticado e exigir bastante tecnologia, é ainda mais verdade que podes gerar contactos ou servir os teus clientes sem nenhum aparato.

O teu produto digital pode ser simplesmente texto, som ou imagem. um pdf, um áudio ou um vídeo.

 

Podes criar um produto digital para vender ou para oferecer à tua audiência. Em qualquer dos casos, coloca a tua melhor energia, dá o teu melhor e coloca-te ao serviço! Ou seja, pensa primeiro na pessoa para quem estás a criar o produto, e não em ti própria.

Não precisa de ser sofisticado, complexo, elaborado ou vistoso. Procura que seja útil, fácil e agradável de consumir! Como gosto de dizer,

Antes funcional que fenomenal!

E garanto-te, funciona melhor o que já está feito do que o que está à espera de ser perfeito!

Gostaste deste artigo? Partilha!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Pensamos que poderás gostar destes Artigos Relacionados com o que acabaste de ver!